11 maio 2017

CÂNCER - NÃO PODEMOS ATRIBUIR AO ACASO

Resultado de imagem para ENCONTRAR O CAMINHO DA CURA


De fato, não podemos atribuir ao acaso a doença que nos atinja, pois não existe acaso no Universo, que é inteiramente regido por leis divinas, naturais, perfeitas e imutáveis. A origem espiritual da doença explica-se assim:
 a) a ação insuficiente ou desequilibrada do espírito (do próprio enfermo ou por influência de outrem, como na obsessão) poderá prejudicar o perispírito, desarmonizando-o, deixando-o em carência vibratória;
 b) como o perispírito influi sobre o corpo físico, com o qual está em íntima e constante relação, transmitirá a ele essa desarmonia ou carência vibratória;
c) o corpo, por sua vez, ficando prejudicado, apresentará a doença, ou permitirá a eclosão daquela que já trazia em estado potencial, ou não conseguirá evitar que se instale a que lhe vier do exterior.

Portanto, ainda que não tenha causa evidente ou pareça ser somente um problema físico, a doença sempre tem, basicamente, uma origem espiritual, sendo que a causa poderá ter se dado na existência atual ou em encarnação anterior. Jesus afirmava haver relação espírito-corpo nas enfermidades quando, ao curar alguém, lhe dizia: "os teus pecados estão perdoados." Por "pecados" entendemos "desequilíbrios espirituais", cujos efeitos Jesus sanava.

É devido ao nosso atual estágio de evolução que:
a) nascemos na Terra, mundo em que a matéria é grosseira e há doenças. Ex.: gripe, catapora, etc.;
 b) aproveitamos para reencarnar em determinada família em que a hereditariedade causa certa doença ou a ela predispõe, para ressarcir débitos (a não ser que tenhamos condições espirituais para superá-las, podendo nos tornar auxiliares de nossos familiares). Ex.: cegueira;
c) trazemos, em nosso perispírito, determinação ou predisposição para alguma doença, como conseqüência da ação espiritual por nós exercida em vidas anteriores. Ex: quem lesou o pulmão com o cigarro, estará predisposto a doenças relacionadas com o pulmão, como asma, bronquite, tuberculose, etc.;
d) habitamos obrigatoriamente determinado meio ambiente, que é favorável ou não a enfermidades;
e) sabemos ou não como cuidar do corpo, prevenir enfermidades, e a isso nos aplicamos ou não.

Kardec: "As doenças fazem parte das provas e vicissitudes da vida terrena são inerentes à grosseria da nossa natureza material e à inferioridade do mundo que habitamos. As paixões e excessos de toda ordem semeiam em nós gérmens malsãos, às vezes hereditários."

É, ainda, conforme nossa evolução espiritual que:
a) exercemos efeitos fluídicos bons ou maus sobre o nosso perispírito, que repercutem no corpo físico;
b) atraímos bons espíritos, que nos influenciam com seus fluidos benéficos, ou espíritos maus, sofredores, de fluidos maléficos ou enfermiços. Para nós, espíritos encarnados na Terra, as doenças ainda continuarão a ser fato inevitável, porque inerentes ao nosso presente estado evolutivo, por enquanto necessárias ao nosso desenvolvimento intelecto-moral. O Espiritismo não só nos informa sobre a origem espiritual das doenças. Revela-nos, também, os meios espirituais de as prevenir, superar ou suportar.

Quando nos perturbamos ou desequilibramos física ou espiritualmente, de modo intenso e demorado (por nós mesmos ou sob influência alheia), pois com o desgaste fluídico ou a assimilação de fluidos maus (de outros ou do ambiente) a resistência natural é quebrada, ficando o organismo mais exposto à eclosão de enfermidade ou a contraí-las do exterior.

Para nos prevenirmos espiritualmente das enfermidades, além de cuidar do corpo, cultivemos os bons pensamentos e sentimentos, e pratiquemos somente o bem e nunca o mal. Se, apesar de nossos cuidados, a enfermidade aparecer:
 a) Encaremo-la como um alerta ou uma advertência quanto à nossa conduta atual, ou, como conseqüência do passado exigindo reajuste para voltarmos ao equilíbrio;
 b) Não compliquemos mais a situação com tristeza e desânimo, revolta ou agressividade;
 c) Busquemos na Medicina e nos recursos espirituais o alívio possível e, quem sabe, até mesmo a cura; "Se Deus não houvesse querido que os sofrimentos corporais se dissipassem ou abrandassem em certos casos, não teria posto ao nosso alcance meios de cura." "A esse respeito, a sua solicitude, em conformidade com o instinto de conservação, indica que é dever nosso procurar esses meios e aplicá-los." ". . . façamos o que de nós depende para melhorarmos as nossas condições atuais."
d) Procuremos nos conscientizar quanto ao que causou a enfermidade e modifiquemos para melhor o nosso comportamento (a fim de evitar o prosseguimento do mal e sem instalação mais profunda); apliquemo-nos no bom emprego de nossas possibilidades de ação, apesar das limitações que a enfermidade nos imponha (a fim de compensar o desequilíbrio já causado, manter o equilíbrio nas áreas não comprometidas e adquirir merecimento para ser socorrido espiritualmente. "Não peques mais, para que não te suceda algo pior." - Jesus

FAZA SUA REFORMA INTERIOR, E LEMBRE SEMPRE QUE A CURA ESTA DENTRO DE VOCÊ, PROCURE ORIENTAÇÃO.  (rbrvallejo@gmail.com)
Fonte: Grupo de estudo Allan Kardec

17 março 2017

CÂNCER - DOENÇA E REMEDIO

Resultado de imagem para cancer doença e remedio espiritual
Na realidade, toda doença no corpo é processo de cura para a alma…

A doença é uma espécie de escoadouro de nossas imperfeições; inconscientemente, o Espírito quer jogar para fora o que lhe seja estranho ao próprio psiquismo…

A resultante física só vem quando o mal se cornifica. A cronicidade do mal faz com que o mal venha à tona em forma desta ou daquela doença…
                                            Chico Xavier

1 No trato com as chagas da ignorância, na esfera da Humanidade, quais sejam a incompreensão e o crime, a crueldade e a rebeldia, anotemos a conduta da Misericórdia Divina no quadro das doenças terrestres.
2 Porque alguém acusa os reflexos tóxicos dessa ou daquela enfermidade, não sofre condenação a permanente desajuste. Recebe a atenção da Ciência, que lhe examina as possibilidades de cura ou melhoria.
3 Porque o médico deve tocar detritos corruptores, não lhe impele a saúde à perturbação e ao relaxamento. Dá-lhe luvas protetoras.
4 Porque processos infecciosos alterem a constituição celular nessa ou naquela parte da província corpórea, não sentencia a zona atacada à simples extirpação. Oferta-lhe recurso adequado para que elimine a infestação virulenta.
5 Se grandes lesões comparecem na estrutura do carro físico, ameaçando-lhe a segurança, traça o plano necessário à intervenção cirúrgica, mas não deixa o doente a insular-se no desespero, estendendo-lhe à dor o amparo da anestesia.
6 Se moléstias epidêmicas surgem, insidiosas, distribui a vacinação que susta o contágio.
7 Vemos, assim, que a Lei de Deus não se conforma com o mal; ao contrário, opõe-lhe a cada instante o socorro do bem.
8 Dessa forma, se os agentes da lama se infiltram no teu passo, exibindo-te aos teus olhos perigosas ações de discórdia e infortúnio naqueles que mais amas, não podes realmente acomodar-te aos golpes com que te impelem, rudes, à imersão na maldade, mas podes esparzir a água viva do amor, ajudando em silêncio as vítimas da treva que tombam sem saber que se arrastam no lodo.
9 Usa, pois, cada hora, a compaixão sem termos e o perdão sem limites, porque o próprio Jesus, perante os nossos males, exclamou complacente: — “Em verdade, eu não vim para curar os sãos”.  (Lc)
Emmanuel
Reformador, maio 1960, p. 114
Contatos: rbrvallejo@gmail.com

13 fevereiro 2017

CÂNCER - UMA PEQUENA GUIA PARA A CURA

Image result for mudança interior

Uma pequena guia para iniciar nossa reforma e cura.

SABEDORIA
“Conhecer a doutrina”:
1. O espiritismo é uma FILOSOFIA DE VIDA;
2. Aprendemos que existem CAMINHOS A SEGUIR;
3. Aprendemos que temos o LIVRE ARBÍTRIO;
4. Aprendemos que toda AÇÃO TEM UMA REAÇÃO;

NATURALIDADE
“Viver os aprendizados no dia-a-dia”:
1. Pela FILOSOFIA descobrimos o que é BOM E O QUE É RUIM;
2. Temos a oportunidade de todos os dias COMEÇAR DE NOVO;
3. Temos que CONDICIONAR, os nossos, PENSAMENTOS E SENTIMENTOS as MUDANÇA
necessárias (eliminar VÍCIOS);

COMPREENSÃO
“Entender a necessidade das dificuldades”:
1. Não se REVOLTAR pelas dificuldades diante de nós;
2. Não fazer TEMPESTADE EM COPO D ÁGUA;
3. Ter a certeza de que a dificuldade é passageira e necessária;

CORAGEM
“Ter a certeza de que nunca estamos sozinhos”:
1. Saber que somos constantemente AMPARADOS pelo PLANO ESPIRITUAL;
2. Não ter VERGONHA das dificuldades nem que as PESSOAS as conheçam;
3. Não DESANIMAR ou desistir de vencer;

AUTO PERDÃO
“Se permitir errar e ter cometido faltas”:
1. A CULPA destrói o corpo e a alma;
2. Sentimento ruim que NÃO SERVE PARA NADA;
3. FREIO INIBITÓRIO para o sucesso;
4. Saber que as faltas que cometemos já forma cometidas cabe agora consertá-las

FELICIDADE
“Encher o coração de amor e alegria e vencer”:
1. Ter a certeza de que DEUS não quer o nosso mal Ele quer o nosso crescimento;
2. A cada dia buscar ser feliz, mais calmo, mais sereno;
3. Amar a todos e a tudo como se fosse o ultimo dia.

PERDÃO
"Sem o perdão viveremos sempre contaminados, negativos, doentes"
1. Perdoa teus inimigos.
2. Nada é mais importante que a paz no coração que nós dá o perdão.
3. Perdoa nossas dividas assim como perdoamos nossos devedores.

AMOR
1. Amar nosso inimigo como a nós mesmos
2. Ama a verdade porque a verdade te libertara.
3. Te ama, te respeita, te vigia para não errar.
4. Ama as leis de Deus.

SE LEMBRE, A CURA ESTA DENTRO DE VOCÊ.

Contatos: rbrvallejo@gmail.com

27 janeiro 2017

CÂNCER - REFORMA E CURA


Image result for reforma intima
Com a reforma intima geramos energias e disposição para alimentar nosso corpo e fazer com que as doenças fiquem mais fáceis de serem derrotadas, nosso trabalho de reforma e a medicina que Deus impulsiona, o câncer e outras doenças mais podem ser vencidas.

Então vamos atrás de uma chance?

A reforma íntima consiste em eliminar as imperfeições e conquistar novas virtudes. Precisamos nos educar, pois somos Espíritos imperfeitos. Quando reencarnamos trazemos as tendências positivas e negativas que construímos no passado. Devemos trocar orgulho por humildade, egoísmo por amor, agressividade por mansidão, indiferença por misericórdia, malícia por pureza de coração, descrença por fé, materialismo por espiritualidade.

A humildade e a caridade são as principais virtudes que devemos desenvolver. A humildade abre caminho para a conquista de todas as outras virtudes. O amor é o mais sublime dos sentimentos. Jesus resumiu seus ensinos em amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.

Devemos assumir o controle de nossa evolução. Enquanto não nos dispomos a crescer
voluntariamente a dor nos educa. Se vamos pelo caminho errado ela nos segura. Quando paramos, ela nos empurra. Nossas imperfeições, como o ciúme, a inveja, a mágoa, o melindre, o nervosismo, são as causas de nossos sofrimentos. Aumentamos nossa felicidade à medida que evoluímos.

O autoconhecimento é o principal recurso para realizar a reforma íntima. Precisamos identificar nossas imperfeições para superá-las. É preciso analisar todos os dias nossas ações e o que falamos, pensamos e sentimos. Observar como nos relacionamos com Deus, com o próximo e conosco mesmo. Devemos comparar o que fazemos com os ensinos de Jesus e com o que nos diz a consciência.

Precisamos desenvolver a inteligência e adquirir conhecimento. O progresso intelectual abre caminho para o progresso moral. O conhecimento possibilita distinguir o certo do errado. Quanto mais sabemos maior é nossa chance de acertar. Jesus disse: “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (João, 8:32). Devemos estudar principalmente o Evangelho.

Devemos rever nossos interesses. Nosso futuro depende de nossos desejos, valores, gostos, sonhos, aspirações. Nossa prioridade deve ser a busca do crescimento moral. Nossa meta deve ser a perfeição. Jesus disse: “sede perfeitos, como é perfeito vosso Pai que está nos céus” (Mateus, 5:48).

A fé é o combustível de nosso crescimento espiritual. Fé em Deus e em nós mesmos. A confiança nos permite buscar nossos objetivos e nos permite colocar nossos recursos em ação. Quando Jesus disse que a fé transporta montanhas estava referindo-se às nossas imperfeições e às dificuldades que temos que superar.

Sem esforço não há conquista. A falta de esforço é que nos faz progredir lentamente. Temos a tendência de acomodar, mantendo os maus hábitos, os vícios, o apego à matéria, a valorização da personalidade. A força de vontade é fundamental. Jesus disse: “tende bom ânimo, eu venci o mundo” (João, 16:33). Quando nos propomos a mudar o esforço inicial é grande. Depois que aprendemos fica fácil praticar.

Na prece encontramos consolação, estímulo, proteção, ajuda e inspiração. A prece desperta o que há de melhor em nós. Liga-nos a Deus, que é o poder supremo do Universo. Os espíritos nos amparam quando buscamos ajuda através da oração. Jesus disse: “seja o que for que peçais na prece, crede que o obtereis” (Marcos, 11:24).

Deus nós mostrou várias curas e aumentou a Fé. Nunca desistir.

Contatos: rbrvallejo@gmail.com

17 dezembro 2016

CÂNCER - DOEMÇAS

Resultado de imagem para doenças
As doenças nascem do Espírito. Os maiores causadores de doenças são a raiva, a mágoa, as frustrações, o rancor, a inveja, o sentimento de culpa. São esses sentimentos que provocam as doenças do corpo físico.

Todos os dias os jornais divulgam novas pesquisas sobre os benefícios ou malefícios de determinados alimentos em nossa saúde. Também tem sido muito difundida a recomendação da prática de exercícios físicos para a manutenção e melhora de nossa saúde física e emocional.

Assim como muitas pessoas, tenho cuidados com a alimentação e pratico exercícios físicos regularmente. Desde que sem exageros, sabemos que esses hábitos só têm a contribuir para o nosso bem-estar.

O que é bem menos divulgado é que, do mesmo modo que somos responsáveis pela saúde, também somos responsáveis pelas doenças. As doenças nascem não só do descuido com o corpo, mas principalmente do descuido com as nossas emoções.

Os maiores causadores de doenças são a raiva, a mágoa, as frustrações, o rancor, a inveja, o sentimento de culpa. São esses sentimentos que provocam as doenças do corpo físico. As emoções atingem imediatamente o corpo físico, que serve como um dreno por onde escoam essas energias negativas. Só que muitas não escoam, não fluem, ficam presas ao corpo físico e se manifestam em algum órgão em forma de doença.
Todas as doenças se originam do espírito. O que não tem origem nesta vida tem origem em reencarnações passadas. Muitas pessoas não aceitam este fato, ou só o aceitam parcialmente. Mas não há como fugir a essa constatação. O corpo físico é apenas reflexo do corpo astral (ou perispírito). Tudo o que está registrado em nosso corpo astral se manifesta em nosso corpo físico.

Você conhece pessoas que são viciadas em doenças. Falam de suas doenças com carinho, com uma espécie de orgulho. No ambiente de trabalho, em casa, na fila do banco, em qualquer lugar é possível ver pessoas competindo para ver que é mais doente. Trocam informações, nomes de remédios, não omitem nenhum detalhe de seus sintomas e dores.
A doença é o modo que muitas pessoas carentes de afeto acham para chamar a atenção. Quanto mais detalhes mórbidos, mais atenção despertam. É um modo de serem ouvidas, consideradas. Se apaixonam pelas próprias doenças. Quando você encontra alguém assim, a primeira coisa que ela faz é lhe passar o relatório completo de suas doenças. Onde dói, como dói, o que ela tomou, o que o médico disse, o que o outro médico disse.

Se algumas dessas pessoas ficassem curadas de repente, perderiam o sentido da vida. Claro que não são todas as pessoas doentes que gostam de suas doenças. Há pessoas que nascem com doenças graves, com limitações físicas que terão que suportar pela vida toda. Outras adquirem qualquer moléstia ou enfermidade no decorrer da vida, e a cura nem sempre está ao seu alcance.

Nem todos se conformam. Muitos se acham injustiçados, acham que a vida está errada e questionam a Justiça Divina. Não aceitam o fato de que são elas mesmas que causaram ou escolheram suas doenças.

Mesmo dentro do Espiritismo há quem ache essa abordagem muito dura. Acham cruel generalizar. Ficam comovidas com casos de doenças graves em crianças ou pessoas sabidamente boas. A dor dessas pessoas dói nelas.

Não sou insensível. Com a popularização das redes sociais, todos os dias nos deparamos com imagens de pessoas que sofrem de doenças terríveis. Mas se aceitamos que somos os responsáveis pelos nossos atos, que colhemos o que plantamos, que nossos males morais foram provocados por nós mesmos e que compete a nós modificá-los, por que seria diferente com os males físicos?

São as nossas emoções que provocam as doenças. A cura também passa pelas nossas emoções. Não estou dizendo que devemos abrir mão da medicina, pelo contrário. Temos que aproveitar os avanços que conquistamos.  Mas a cura, real, verdadeira e definitiva para qualquer mal que atinja o nosso corpo está no controle das nossas emoções.
Morel Felipe Wilkon
Nosso email para contato: rbrvallejo@gmail.com

02 novembro 2016

CÂNCER - TODO O ANO LUTAMOS CONTRA O CÂNCER

Resultado de imagem para cURA DO CANCER

TODO O ANO É OUTUBRO ROSA, TODOS OS DIAS TEMOS QUE LUTAR CONTRA O CÂNCER, TODOS ELES. A CURA ESTA DENTRO DE NOS.


10 outubro 2016

CÂNCER - NO CENTRO ESPIRITA

Resultado de imagem para um milagres no centro espirita
*O que acontece quando você entra em um Centro Espírita?*
 _Quando você entra em um centro espírita, você não se torna médium. A não ser que você já tenha nascido com o corpo físico preparado para isso, você não começa a ver ou a ouvir os Espíritos._

 _Quando você entra em um centro espírita, não existe nenhuma espécie de recado dos Espíritos Superiores direcionado exclusivamente a você. Tampouco seus familiares desencarnados te enviarão cartas dizendo o que você deve ou não fazer da vida._

 _Quando você entra em um centro espírita, as pessoas não vão te contar quem você foi ou fez em suas vidas passadas. Se essas informações fossem necessárias você se lembraria por conta própria. Basta saber que você colhe hoje aquilo que plantou em outras existências até para que você passe a semear com mais sabedoria e amor no seu dia de hoje._

 _Quando você entra em um centro espírita, você não recebe a solução mágica para resolver seus problemas. Suas dores continuarão a existir. Suas perdas, suas mágoas, suas dificuldades de relacionamento ou o que quer que você enfrente na vida._

 _Quando você entra em um centro espírita, você definitivamente não está salvo. Seu lugar no céu jamais poderá ser comprado até porque a ideia de céu do Espiritismo nada tem a ver com anjos tocando harpa nas nuvens, e sim com a consciência tranquila do dever cumprido._

_A verdade, que poucos compreendem ou querem compreender, é que quando você começa a frequentar um centro espírita absolutamente nada muda em sua vida._

Acredite! Nada mesmo, a não ser que _*você tome a decisão de mudar, que você compreenda que precisa realizar melhorias em si mesmo, que aceite o convite da reforma íntima e moral, ou tudo continuará da mesma forma que já estava.*_

_*Compete a cada um de nós a construção da nossa própria felicidade. Essa noção de responsabilidade individual, tão pouco considerada nos dias atuais, é, com certeza, uma das primeiras lições, entre tantas outras, que você aprenderá quando de fato entrar em um centro espírita*_

Não sonhe em cura milagrosas, faza sua parte, tenha Fé, sempre Deus nos dá uma chance.