15 março 2011

A doença não é uma causa, mas sim uma consequência (1Parte)


A doença não é uma causa, mas sim uma consequência que é proveniente das energias negativas que circulam nos nossos dois organismos – no corpo espiritual [perispírito] e no corpo físico.
O controle de todas as energias que recebemos e emitimos é feito através dos pensamentos e dos sentimentos. E se temos conosco energias que nos provocam doenças, é porque somos indisciplinados a nível mental e emocional.
No livro Nos Domínios da Mediunidade, o espírito André Luiz explica que “assim como o corpo físico pode ingerir alimentos venenosos que intoxicam os seus tecidos, também o organismo perispiritual absorve elementos que o degradam e que se refletem nas células materiais”.
Há três gêneros de doenças: físicas, espirituais e por atração ou simbiose.
As doenças físicas são distúrbios provocados, entre outros, por acidentes, por excesso de esforço ou por exagero alimentar, o que faz com que um ou mais órgãos não funcionem como deve ser, criando uma indisposição orgânica.
As doenças espirituais são provenientes das nossas vibrações e ficam-se acumulando no perispírito, energias nocivas que vão gerar uma auto-intoxicação fluídica. Quando estas energias descem para o organismo físico, criam um campo energético favorável à instalação de doenças que afetam todos os órgãos vitais provocando uma série de sofrimentos.
Quanto às doenças por atração ou simbiose, são aquelas que chegam até nós devido à sintonização ou simpatia que fazemos com fluidos negativos.
O que é que uma pessoa colérica, que está sempre a vibrar maldades e pestilências, pode atrair, senão a mesma coisa? Esta atração gera uma simbiose energética, a qual, pela via fluídica, provoca no encarnado a sensação de que está a sofrer de uma doença pois sente todos os sintomas que o espírito sente. É o que se passa quando uma pessoa vai ao médico e este nada lhe encontra…
André Luiz afirma que “se a mente encarnada ainda não conseguiu disciplinar e dominar as suas emoções e, pelo contrário, alimenta paixões (ódio, inveja e/ou ideias de vingança), ficará sintonizada com os irmãos do plano espiritual inferior que vão emitir fluidos malsãos para impregnar o perispírito do encarnado e intoxicá-lo com estas emissões mentais, podendo levá-lo à doença.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário