31 julho 2011

CANCER E SUA RELAÇÃO COM AS FORMAS PENSAMENTO


“Os nossos pensamentos mais simples, em aparência, influem sobre nós e sobre os que nos rodeiam, contribuindo, assim, em uma certa medida, para a nossa felicidade ou infelicidade. 

Os pensamentos que emitimos com persistência, apegam-se-nos atraindo outros da mesma natureza.

Assim, se emitimos pensamentos de bondade e benevolência, atraímos de fora pensamentos análogos, e ganhamos ao mesmo tempo, a confiança e simpatia dos que são bons e benevolentes; ao passo que, se não pensamos senão em perseguição, ódio, vingança, ciúme, atraímos, sem dúvida, pensamentos desta natureza, que vêm
entreter e mesmo engrossar a nossa aura.


Por outra parte, afastando de nós os que nos poderiam ser
úteis, atraímos os maníacos, os importunos, os maus e confirmando-se, assim, a máxima de que os semelhantes atraem os semelhantes.” 


Destes ensinos destaca-se que se a lei dos contrários mantém o equilíbrio do corpo físico por forças que se repelem entre si, o equilíbrio do Espírito está condicionado à lei da atração mútua dos
semelhantes.


O homem vive através de três forças conjugadas, que são: VONTADE – PENSAMENTO – AÇÃO.

A Vontade é a energia que comanda a trajetória do desejo.


O Pensamento é força viva que manipula a forma pelas idéias.


A Ação é o impulso dado para a direção que o pensamento marcou.
 

A força magnética é inata no homem. Todos os corpos a possuem, em maior ou menor escala, porém o seu desenvolvimento ou seja o seu desdobramento em potência, só se obtém mediante exercícios consecutivos na meditação e grande força de vontade empregada na reforma moral.

Fonte: Passes e curas espirituais /Wenefledo de Toedo

2 comentários:

  1. Wirla Lino da Silva Souza Falcão3 de agosto de 2011 14:56

    Os artigos estão ótimos!! sempre estou me atualizando!

    ResponderExcluir
  2. Adorei estes artigos, muito tenho interesse por estas postagens.
    Adorei muito estes artigos.

    ResponderExcluir